terça-feira, 9 de julho de 2013

15 minutos de magia

Observação: Não sou jovem o suficiente para saber tudo. Foi Oscar Wilde quem falou a frase, e talvez seja esse o grande prazer da vida, envelhecer e perceber que não é necessário ter todas as respostas, ser humilde o bastante para aprender com os que podem ensinar. Eu tive essa sorte, por isso, a data comemorativa do CINE 1895 é referente ao aniversário de uma pessoa que ofereceu inúmeras lições para meu crescimento. Obrigado e parabéns minha querida amiga!!! 
 
 
O mundo das artes e o poder do conhecimento são temas da animação Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore.
No filme Sociedade dos Poetas Mortos, o professor John Keating diz: “Não lemos nem escrevemos poesia porque é bonitinho. Lemos e escrevemos poesia porque somos membros da raça humana. E a raça humana está repleta de paixão”. Em Os Fantásticos Livros Voadores do Sr. Morris Lessmore, os diretores William Joyce e Brandon Oldenburg seguem essa mesma linha ao discutir a arte como elemento que inspira, diverte, emociona, reflete e fascina, exatamente por ter como matéria-prima nossos sonhos, medos, dúvidas, paixões e frustações. Apesar do título sugerir que a Literatura será o foco das homenagens, há espaço para referências a outras expressões artísticas que estão a serviço da mensagem principal: o saber é algo revigorante.
 
 
Continua...

Nenhum comentário:

Postar um comentário